Amor & desilusão
um pouco de amor,um tanto de desilusão ,um pedaço de carinho..uma lagrima do coração..
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Meu Diário
06/02/2018 19h58
A lenda da sereia

há quem diga que são histórias
que tudo não passa de mitologia
e há quem afirme firmemente
que são traços imaginários de poetas
e de suas fantasias
 
a verdade é que contam as lendas
que um dia do mar ,
uma sereia irá surgir
que junta á praia
irá caminhar
e que por onde ela passar
todas as flores , irão se abrir..
 
dizem que
de mil em mil anos
quando a lua se juntar ao mar
uma sereia dará á costa
e que eternos sonhos trará
a quem com ela se cruzar
 
dizem ,
que quem com ela se cruzou
dela nunca se esqueceu
e quem lhe tocou
na eternidade dos sonhos
para sempre se perdeu
 
contam ,
aqueles que escutaram
as vozes de quem não voltou
em brisas vindas do mar
dos corações
que para si …
 ela eternamente tomou…


Publicado por valdo santos em 06/02/2018 às 19h58
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
10/06/2016 13h51
teu ser


Publicado por valdo santos em 10/06/2016 às 13h51
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
01/06/2014 20h54
um olhar sobre o mundo


Publicado por valdo santos em 01/06/2014 às 20h54
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
25/08/2012 06h26
Sem destino

Seguindo
Assim retomo o meu caminho
Como uma abandonada embarcação
Que se perdeu um dia do seu destino

Debaixo de um céu sem estrelas
E sem horizonte no olhar
Apenas a velha companheira noite
Me acompanha neste caminhar..

O rumo não importa
Meus pés me levarão para algum lugar
Mesmo que a vida não faça sentido
Alcançarei de certo um sítio aonde ficar

Sem lua e sem luar
De olhos postos no chão
Sinto-me como um barco de papel
A ser arrastado pelas correntes do meu coração

 

valdo


Publicado por valdo santos em 25/08/2012 às 06h26
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
21/04/2012 22h46
História de um poeta

A história de um poeta

 é contada pelo fim

a sua vida secreta

 que o tornou assim

 

injustiçado por muitos olhares

 por muito em tão pouco querer dizer

 amarrotado em tantos pensares

 que no silêncio do desprezo o fizeram viver

 

por não pertencer ao clã da complexidade

 por mencionar o que lhe está a doer

 é afastado da poética sociedade

 e deixado na indiferença do esquecer..

 

há muito que é condenado

 nos tribunais daqueles que tudo dizem entender

 até já foi a revelia julgado

 e banido da essência que o faz crescer

 

cresceu rebelde por competência

 a humildade honra o seu ser

 mesmo sem ser considerado poeta

 sempre nos meus sonhos eu vou escrever


Publicado por valdo santos em 21/04/2012 às 22h46
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 1 de 2 1 2 [próxima»]